26 de out de 2011

A semana de treinamento

Cheguei na terça-feira de manhã, portanto perdi a reunião de boas vindas na segunda e parte da primeira aula da manhã na terça. Mas tudo bem, porque o famoso vídeo "Never Shake a Baby!" foi parte da tarde, na aula.

As salas de aula dividem as au pairs de acordo com a região para onde irão. Os dormitórios também, mas neste caso as nacionalidades também sæo separadas e podem ficar, no máximo, 3 meninas em um mesmo quarto. No meu quarto somos eu e Hanna, a austríaca.

As aulas são todas sobre crianças. Segurança, desenvolvimento, etc. Não achei tão boring quanto as meninas dizem por aí em seus blogs. A professora, Joan, é divertida e cheia de fazer piada.

Hoje, quarta-feira, tivemos um workshop sobre segurança, com um policial, com direito a café e Donuts. Pra ele, claro! Mas no fim ele acabou distribuindo. Foi bem legal, porque ele fez muita piada, parecia uma série de comédia! rs

Outra coisa que vejo muitas meninas reclamarem pelos blogs é a comida da escola. Eu não achei tão ruim assim. Outro dia teve algo com peru, que eu realmente não gostei, mas também não fiquei esbravejando. Comi o que gostava e pronto. Hoje mesmo teve peixe, e eu não gosto, mas comi tabtas outras coisas que não tenho do que reclamar.


Hoje no café tivemos ovos, sausage, cereais, café, leite, pães, manteiga, banana e maçã:


No almoço tivemos salada, legumes, arroz, frango empanado, limonada e bolo:


No jantar tivemos salada, legumes, macarrão, peixe, pães, limonada, chá, bolo e laranja:


Sinceramente? TUDO diferente do que estou acostumada. Porém, comi muito bem, não posso dizer que passei fome. Aliás, as refeições estão sendo bem divertidas para mim. Estou gostando bastante de descobrir tudo novo.

Claro que a comida aqui não é a melhor do mundo e tem cara de merenda. A pessoa que serve, põe no forno as bandeijonas com a comida pronta e tá tudo certo! rs

Fiz também um vídeo andando pelo campus, indo para a aula e depois para o almoço:



Amanhã é dia de tour por NY e sexta vamos para as casas das host families. Ansiedade? Ah, bobagem! ;)

Pra terminar o post, deixo uma dica simples: quando pensar em sair do seu país, da sua zona de conforto, primeiro abra a sua cabeça para o novo. Tenha sempre em mente que o seu paí, sua cultura e seus costumes ficaram temporariamente para trás. Assim você tira proveito de mais coisas, e até das ruins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário