14 de nov de 2011

3 Doors Down - Time Of My Life Tour

Então ontem foi o último show da banda 3 Doors Down, da turnê Time Of My Life, e eu fui!

Antes de sair do Brasil, eu já sabia que este show aconteceria em Washington DC, no Constitution Hall. Aliás, antes de a minha host family fechar o match comigo, eu já estava de olho no show! rs

Eu chegaria na casa da minha host family no dia 28 de Outubro e o show aconteceria dia 13 de Novembro, ou seja, nem um mês depois de eu já estar com eles. Por conta disso, não fiz muitos planos. Sabia que iria morar a 25 minutos de DC, mas não fazia ideia de quanto tempo eu levaria para poder usar o carro sozinha.

A minha sorte é que minha host é muito mente aberta, super liberal. Conversamos muito sobre qualquer coisa, então senti que poderia pedir a ela, pois logo na primeira semana ela já deixou o carro sob a minha responsabilidade.

Outro dia estávamos no carro e começou a tocar Kryptonite. Foi a deixa para eu contar para ela sobre o show! Eu disse que adorava a banda e que eles iriam tocar em DC. Antes mesmo de eu pedir, ela disse que eu poderia ir, porque seria em um domingo - dia de folga - e eu não chegaria tarde.

Os dias passaram e eu deixei um pouco de lado, porque tinha ainda receio de dirigir até DC. Porém, no sábado passado, véspera do show, comentei com ela e seu namorado sobre e perguntei se era muito difícil chegar lá. Eles me deixaram tranquila quando me mostraram o mapa e me disseram que em, no máximo, 30 minutos eu conseguiria chegar.

Comprei o ticket no sábado à noite - o namorado da minha host me ajudou e pegamos um lugar foda: 5 fileiras de distância do palco - e programei meu domingo. Minha host e o namorado prepararam um mapa com as direções mais simples para chegar lá, além de deixarem também salvo no GPS. Ah, e ela também pediu para que eu mandasse SMS quando chegasse lá, quando saísse e quando chegasse em casa. Eu admiro a preocupação dela!

Lá fui eu com a cara e a coragem para DC, dirogindo sozinha! Fui ouvindo 3 Doors Down para aquecer, misturado com a voz da senhorita que habita o GPS e dita as direções.

Muito fácil chegar lá, apesar de ter que usar a rodovia para isso. No Brasil eu ficava apavorada quando caia no Anel Viário, e nunca peguei pista de verdade. Aqui, eu não tenho medo, e não sei explicar o porquê. Mentira, eu sei: se eu não fizer por mim, quem fará?

Mas chega de bla bla bla! O importante é que cheguei sã e salva em DC, e depois em casa. Agora é hora de falar do show!

Quando cheguei, fui buscar meu ticket no guichê onde são entregues os que foram comprados pela internet. Só precisei mostrar o comprovante e meu passaporte, e em minutos já estava em mãos e esperando na fila para entrar.

O legal neste lugar é que os lugares a venda eram realmente cadeiras, como em um teatro. Claro que o pessoal ficou em pé, mas cada um em frente à sua cadeira e sem empurra-empurra. A melhor coisa é ter cadeira numerada. Você pode chegar atrasado, mas se comprou um bom lugar, ele estará lá e vago. Mas não basta ter organização, as pessoas precisam respeitar o espaço do próximo, e aqui eles o fazem.

Cheguei em cima da hora (estava marcado para as 7pm), então logo que entrei a banda de abertura já começou a tocar. Quando encontrei meu assento, me dei conta do quão perto do palco eu estava! No palco, estava a banda Pop Evil, que de pop não tem nada! Eles fazem um som puxado para o metal. Não é o estilo que eu gosto, mas tenho que concordar que os caras são bons! Se entendi dizerem direito, eles são novos e era a primeira vez tocando em DC.

Pop Evil
Terminado o show deles, pouco mais de meia hora, foi a vez de arrumarem o palco para Theory of a Deadman entrar! Corri para comer algo, e voltei faltando poucos minutos para começarem. As luzes já estavam apagadas!

Theory of a Deadman
Theory of a Deadman no palco, e eu fui ao delírio! Era difícil acreditar que eu estava vendo, ali na minha frente, uma das minhas bandas favoritas! Os caras são canadenses e fazem um som ótimo! Eu nunca imaginei que pudesse vê-los um dia. E o Tyler, vocalista, estava tão gato quanto nos clipes! HAHAHA

Tyler. Why so handsome? :D
Não me lembro ao certo de todas as múscas, mas eles tocaram tanto do disco mais novo quanto dos antigos. Tocaram minha amada Meant To Be, a linda All Or Nothing, fizeram um sing along com Hate My Life, e finalizaram com Bad Girlfriend, outra música que me leva ao delírio! rs

O show deve ter levado por volta de uma hora, não lembro ao certo. Perdi totalmente a noção do tempo! Só me recordo que cheguei em casa por volta da meia noite.

Mais uma pausa, e era hora de deixar o palco pronto para 3 Doors Down fechar a noite! Sai rapidinho para ver o que tinha para conprar, e voltei com folga para esperar o show.

O palco estava lindo! Um telão ao fundo reproduzia imagens ligadas às músicas e também imagens da banda durante o show. Foi perfeito!

3 Doors Down

3 Doors Down, a banda patriota, terminou sua turnê em Washington, DC. Este foi o último show da turnê e eu pude estar presente. Impossível descrever tudo o que senti, a cada música.

3 Doors Down

Novamente, não lembro todas as músicas, mas ele tocaram tanto as do disco novo, Time of my Life, quanto dos demais. Tocaram as saudosas Away From The Sun e Loser. Chorei cantando Here Without You. Me diverti com Kryptonite e me acabei com When I'm Gone, com a qual eles encerraram o show. Aliás, esta últina sendo tocada com a bandeira dos EUA no telão, ao fundo, foi emocionante!

Cada música, cada palavra. Tudo aquilo parecia inacreditável! Jamais imaginei que um dia os veria, e tão perto! E é claro que eu corri para comprar a camiseta da turnê, assim que o show terminou!

3 Doors Down fechando o show com When I'm Gone.

Ter ido sozinha foi a melhor coisa, sinceramente. Curti cada música comigo mesma. Cantei, dancei, fotografei, gritei, chorei. Eu estava bem comigo mesma, estava tendo ali o meu, só meu, momento. Fiz jus ao nome da turnê! rs

Deste domingo ficou uma lição: irei a todos os shows que eu tiver a oportunidade! :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário