15 de mar de 2012

NY #2 - 9/11 Memorial

Continuando a trip por NYC, hoje vou falar sobre como foi visitar o 9/11 Memorial, no World Trade Center.

South Pool, e museu ao fundo.
Para entrar no memorial, você precisa comprar o ticket com antecedência. Na verdade, você faz uma doação, iniciando em $10, e tem o passe para visitar o memorial. É só ir no site e fazer tudo online.

No ticket há uma lista das linhas de metro que vão até o WTC, mas na linha Azul é só pegar o trem E, que o destino final dele é lá. Demora um pouco para passar, mas não tem como errar!

Chegando lá, é claro que tem fila para entrar! Essa fila segue para o detector de metais que, diferente do aeroporto, você não precisa tirar os sapatos! A segurança ali é bem rígida. Aliás, a segurança como um todo, por aqui, é sempre rígida. No aeroporto, por exemplo, fui revistada uma vez porque usava um sutiã de bojo "bolha", e o raio-x acusou que poderia haver algo ali. Resquícios do atentato, bebê!

Depois de passar por toda a fila, você entra no memorial e ali é um lugar aberto, bem grande, onde você pode ver as piscinas que foram construídas no local das torres gêmeas, os novos prédios ainda em construção, e também o museu (estava fechado).

Na volta toda das piscinas estão escritos os nomes das vítimas e dos heróis que fizeram parte deste episódio da história americana. É muito estranho ler os nomes, dá a impressão que você vai encontrar o de alguém conhecido.

Nomes e uma silenciosa homenagem.
As pessoas postam-se em volta das piscinas e ficam ali, silenciosas. Pode fotografar, mas na verdade não há muito o que ser registrado. Também dá para tocar na água, por baixo da barra com os nomes, e algumas pessoas estavam fazendo isso.

Faz pose de turista!
Esse foi o lugar onde mais fiquei pensando em como a vida é frágil, mas ao mesmo tempo as pessoas são fortes, se unidas. Ao andar pela rua, antes de chegar na fila, é impossível não rever, imaginariamente, todo o caos. Parecia que a qualquer momento as ruas seriam tomadas pela poeira, barulho de sirene e gente correndo. Sim, eu sei que sou dramática. Sou também professora de Literatura, que outras análises eu poderia fazer? ;)

Lá dentro, fiquei alguns minutos olhando os nomes e ouvindo o barulho da água. Ao mesmo tempo em que se ouve um barulho bastante alto, também há uma sensação de silêncio, de vazio. Mesmo com todos os ruídos da construção dos novos prédios, ainda paira um silêncio mórbido. É uma sensação muito estranha!

North Pool
Saindo do memorial, tem uma loja onde você encontra souvenirs temáticos. Camisetas, canecas, cartões postais, a bandeira americana feita com os nomes das vítimas e herois (Honor Flag). Comprei a caneca porque coleciono, e também porque amei a frase escrita. Admiro muito o patriotismo e a força do povo americano. 

"In darkness we shine. Brightest."
Vale a pena pra matar a curiosidade! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário