23 de out de 2012

Uma mudança para a vida toda

Passei mais de uma hora fitando o editor, tentando dar início a este texto. Tamanho foi o bloqueio criativo, que acabei escolhendo por fazer a tradução livre de uma música que gosto muito, e que narra exatamente todo o significado que a vinda para os EUA teve na minha vida.

Hoje completo um ano que saí de casa. É um dia nostálgico, cheio de lembranças, mas também muito feliz e repleto de um sentimento de realização e tarefa cumprida. Hoje foi o dia, há um ano, em que abracei minha família pela última vez, e embarquei em uma jornada para aventurar-me pelo desconhecido.

Não é fácil expôr todos os motivos que me fizeram tomar a decisão de ser Au Pair, porque por trás de todo este universo há muito mais a ser compreendido. Minhas razões vão além de somente querer fazer um intercâmbio.

Quando a oportunidade surgiu, eu havia acabado de passar por uma fase bastante turbulenta, daquelas em que te dá vontade de trancar a porta do quarto, apagar as luzes, e gritar para ninguém ouvir. Aos poucos, tudo foi se ajeitando. Consegui um emprego na empresa onde sempre quis trabalhar, e em seguida apareceu a minha host family fechando o contrato comigo.

E então toda a mudança veio mesmo como uma tempestade, de repente, devastando tudo e me fazendo reerguer-me, tomar decisões, transformar a minha vida, confiar ainda mais naqueles que sempre estiveram ao meu lado. Entretanto ninguém nunca entenderá este sentimento, o qual nem eu mesma consigo transcrever.

Não gosto de abrir meus sentimentos aqui no blog, mas foi necessário. Hoje é o dia em que celebro a mudança da minha vida, o passo para a vida adulta, a realização do meu maior sonho. É como se eu tivesse postado-me diante de um abismo, e vocalizado aquele grito libertador enroscado na garganta. É como se tudo aquilo que parecia fantasia, irreal, e inatingível, estivesse bem ali diante dos meus pés, pronto para ser agarrado com as mãos e levado comigo, onde quer que eu vá. Eu fiz o impossível tornar-se realidade.

Agradeço a Deus por iluminar meus passos, e aos meus irmãos espirituais por me acompanharem por todo o caminho. Agradeço à minha amada família por ter acreditado em mim, por ter me apoiado, e continuar ao meu lado mesmo que distante. Agradeço à minha família Americana por ser mais que uma host family, por me acolherem e me fazerem sentir que aqui também é um lar para mim. Agradeço aos amigos que conquistei aqui por estarem ao meu lado sempre que necessário, e por todos os bons momentos que passamos juntos.

Para finalizar, deixo aqui a música tema da minha jornada, para comemorar meu aniversário de América. Sob o título "Change", da banda Finlandesa Poets of the Fall, ela consegue transpôr o sentimento de mudança por meio de palavras. Lembrando, novamente, que a tradução abaixo é minha e é livre. Prendi-me mais ao significado como um todo, e não na tradução de palavra por palavra, ou seja, acabou saindo quase uma análise minha sobre o que a banda quis dizer. A letra em Inglês pode ser vista aqui, no site oficial da banda.

Até o próximo! o/



Mudança
Poets of the Fall
(tradução livre)

Você diz que tem sentido um calafrio ultimamente,
Como se algo estivesse prestes a arruinar-se.
Você diz que não pode suportar isso por muito mais tempo,
E que eu deveria tomar conta do seu coração.

Mas eu sinto uma mudança aproximando-se,
Alastrando-se como uma tempestade,
E ela está retorcendo suas ambições,
Tentando recuperar sua própria forma.

Como você se sente
Ao lembrar-se de quando nós dois deitávamos aqui,
Nos braços do mundo, à beira da porta do paraíso?

Você sente a mudança aproximando-se,
Alastrando-se como uma tempestade?
E ela está demolindo seu mundo de fantasia.
Entretanto, você pode reconstruí-lo ou conformar-se.

Eu adoraria que você enxergasse
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho realize-se antes que ele se apague.
Eu desejo que você enxergue
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho concretize-se ao seu redor.

Meu mérito é o olhar em seus olhos.
Minha recompensa é o sorriso querendo ganhar os seus lábios,
e eu me pergunto novamente:
Será que você sonha com o mundo, assim como eu o faço?

Eu também temo a mudança que se aproxima,
Alastrando-se como uma tempestade.
Você consegue ouvir o grito de angústia?

Eu adoraria que você enxergasse
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho realize-se antes que ele se apague.
Eu desejo que você enxergue
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho concretize-se ao seu redor.

O que é este calafrio em meus calcanhares,
O qual faz com que as muralhas criadas por mim
Varram minha utopia, quando esta já está prestes a ser deixada para trás?

Eu sinto uma mudança aproximando-se,
Alastrando-se como uma tempestade,
Colidindo em meus delírios no qual a humanidade ainda aguarda, só.

Eu adoraria que você enxergasse
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho realize-se antes que ele se apague.
Eu desejo que você enxergue
Que suas próprias decisões podem fazer com que
Seu sonho concretize-se ao seu redor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário