14 de fev de 2013

Valentine's Day

"Amor é síntese / É uma integração de dados / Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias / Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços / E eu serei o perfeito amor."
(Mario Quintana)


Mais um Valentine's Day, uma das datas super esperadas pelas crianças, as quais começaram a confeccionar seus cartões já no início da semana.

Um fato inegável sobre o Valentine's Day é que não importa quem você é, se você tem alguém do seu lado, com quem você mora. É simplesmente impossível não ser contagiado pela docura desta data.

Diferente do Dia dos Namorados no Brasil, aqui é um dia para celebrar o amor, seja ele qual for. É um dia para dizer às pessoas que amamos o quanto elas são importantes para nós. As crianças levam tão ao extremo, que até os animais de estimação ganham cartões.

Se você estiver pelo mercado na véspera, vai deparar com pessoas comprando presentinhos de última hora. É só piscar, que você é transportado para um daqueles filmes de comédia romântica e que tudo dá errado para que o final seja perfeito.

Foi o que aconteceu comigo ontem. Sai para comprar meu jantar e mais algumas coisas para mim. No mercado, me deparei com pessoas escolhendo cartões, chocolate, flores. Por alguns segundos observei todas, e senti uma paz inexplicável. Mas como toda boa comédia romântica tem confusão antes do final feliz, ao sair do estabelecimento estava começando uma tempestade de neve. Corri para o carro e voltei para casa. Nunca vi flocos de neve tão grandes quanto os que estavam caindo ontem! Mas tudo bem, não foi tão ruim assim.

Hoje todo mundo acordou cheio de muito amor. As crianças mais novas estavam empolgadas para irem à escola, pois teriam uma festa. A mais velha me pediu para levá-la bem mais cedo, para que ela pudesse colar adesivos nos armários dos amigos. Para fechar toda a delícia do Valentine's Day, preparei mini panquecas para o café da manhã, que é o preferido deles, e ainda dixei sobre a mesa um pirulito de chocolate para cada um, com frases engraçadinhas.

Eles me entregaram seus cartões, e o da mais velha foi o que mais me emocionou. Detalhe: ela fez um cartão para mim, mas não fez para a minha host! Dá pra acreditar?

E agora estou aqui, cuidando dos meus pequenos, enquanto minha host está em um jantar com o namorado. Eu poderia reclamar, lamentar nunca ter tido um "date" no Valentine's Day (trabalhei no ano passado também), mas acho que todo o carinho que recebo das três crianças é o suficiente para me fazer bem não só na data de hoje, mas para fazer valer a pena todo o esforço, e todos os dias que tenho passado aqui.

Feliz Valentine's Day!

O cartão da mais velha, o da mais nova (Angry Birds) e do Pequeno (Cars).

Na segunda foto:
"Aline, você sabe o quanto eu te amo? Bem, é um taaaaaaanto assim! Você talvez não saiba, mas é uma sexy girl!"
Na terceira foto:
"Obrigada por tudo que tem feito, por ser minha babá. Aqui estão duas coisas que amo em você: Seu sotaque (e quando você diz "girl"); Você dirige para qualquer lugar, por nós.
No canto:
"Uma garota Brasileira com coração para cuidar de nós.. Deve ser difícil!"

7 comentários:

  1. aiii, que lindo ^^ delícia ler tudo isso né.
    muito fofos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso enche o coração até o limite e um pouco mais! hehe

      Excluir
  2. Que lindo Line.. Exato, é amor.. Não precisa ser de namorado. E amor de criança é puro! Nada se compara a isso.

    Beijos querida!

    Fernanda
    Jundiaí/SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só conhecendo o amor de uma criança é que a gente é capaz de entender o que é esse sentimento. Não tem explicação, não tem dúvida, é cheio de perdão. Coisa mais gostosa isso! :)
      Beijos!

      Excluir
    2. Que delícia! Aproveite o finalzinho do dia! :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Aliine, que LINDOOOOOOOO.. Não tem nada que pague por isso né.. o amor das crianças por vc, é uma motivação né?
    Adooooro seu blog e sinto falta qndo você não posta!!
    BJOOOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O carinho deles é que faz valer a pena, é algo inexplicável. =)
      Beijos!

      Excluir